Momentos de Mensagens e Poesias

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

O SAMBA É CARIOCA

O samba é pra quem gosta, e pra quem não gosta; O samba é pra quem sabe sambar no som do bandolim ou até mesmo no bom cavaquinho. O samba é carioca, vive nas orlas de Copacabana, na praia de Ipanema, no alto do pão de açúcar, abaixo dos guetos, no meio da favela o samba é carioca.
Quem me diga o cartola, quem me diga Noite Ilustrada, sambistas brasileiros conhecido no País inteiro, pode ser até no estrangeiro.
O samba é carioca, é como Zé carioca que não come mandioca, é uma ave, é criação carioca.
O samba é carioca, nasceu em Copacabana, se criou em Ipanema, cresceu no País inteiro.
O Samba como já disse, é pra quem gosta e também pra quem sabe gostar.

(Ivan)

A EMBRIAGUÊS

É um estado de espírito pobre que desqualifica qualquer ser humano; Faz do lúcido o viciado, faz do viciado necessitar de um gole da embriagues.
A embriagues é um vínculo com a estupidez e fraqueza; É uma formação que se conclui com a divisão do corpo para a vida, da vida para a morte, do lar para a rua, da cama com cobertor para as calçadas com papelão.
A embriagues é causadora de muitos males.

(Ivan)

PARA AMAR UM VEREADOR

Para amar um vereador, você tem que se tornar amante da política, amiga da sociedade; Subir no palco depois no altar.
Para amar um vereador você tem que dizer sim pra muita gente e não pra pouca gente.
Para amar um vereador, você tem que deixar muitos almoços e jantares familiares para reuniões câmara na municipal.
Para amar um vereador, você tem que deixar muitos passeios em época de eleição, para fazer passeata para o seu bom vereador.
Para amar um vereador você vai começar a enxergar a quanto uma comunidade precisa tanto de um lar; Você vai perceber e ouvir muitos pedidos de socorro, de ajuda, de necessidade de pão para se alimentar.
Para amar um vereador, tem que se preparar, porque lá na frente pode ser um prefeito, um senador, ou até mesmo voltar a ser o bom vereador.
Para amar um vereador tem que votar tem que acreditar tem que ser boa eleitora, para não desacreditar no povo que vai votar.
Para amar um vereador são tantas coisas que nem os eleitores podem acreditar.

(Ivan)



Sou amante, sou namorado, sou esposo, sou apaixonado, sou feliz, tenho namorada, tenho amante, tenho esposa, que é minha esposa causadora deste tumulto todo, e sempre será minha eterna namorada.

(Ivan)

FISIOTERAPIA X ENGENHARIA

A vida nos ensina como aceitar os sentimentos, a vida ensina a cada poeta como escrever cada poema baseado na história do amor; A vida nos ensina como ser amado e bem amado. A própria vida ensinam ao autor escrever histórias de vidas, histórias de felicidade, histórias dores e alívios.
E a própria vida ensina a fisioterapia a conquistar movimentos perdidos, esperança de uma nova estrada para quem ouviu: - Não posso caminhar! – Não posso me movimentar!
A fisioterapia é um vinculo de sabedoria e entendimento, de amor e perseverança, é cuidar de ossos calejados e sofridos, é saborear o amanhã com a certeza de que a vida pode caminhar.
A fisioterapia faz brotar no coração do desiludido a certeza de que o amor pode nascer em poucos movimentos, em um pegar de mão, em um abraço, em um sim que durará, durará até quando os movimentos do corpo e da alma se aceitar.
A vida nos ensina que a conquista é sinônimo de uma estrutura com alicerce firme e confiante, diante dos ventos fortes e tempestade tenebrosa a casa construída na rocha suportará todas as tempestades e ventos, ventos das injurias e agonias.
E a própria vida ensina a engenharia quais os cálculos e resultado de uma má construção, o que fazer antes que venham más resultados. A engenharia é inventada, e quando se inventa se realiza e conquista belas artes, belos momentos fazem realizar.
A engenharia e a fisioterapia é dádiva de Deus, dá-se aos homens esperança de movimentos, dá-se aos homens desejos de um lar, uma ciência que nunca pode acabar.

(Ivan)

O mundo é injusto, o mundo é incerto, como também são incertos os caminhos que trilhamos. Às vezes acreditamos que estamos na direção de um novo horizonte, e quando se passa à ponte, deparamos com os sentimentos de que tudo que se caminhou ficou nos rastros da estrada e no futuro vindouro se apagará.

(Ivan)

O AMOR E O REENCONTRO

O amor é paciente, e suficiente para caminhar nos caminhos da vida, caminhos que o faz ser puro e contagiante para se tornar lindas histórias de amor.
O amor é doce quando se recebe como doce; é amargo quando se oferece o fel; é derretido quando lhe aquece; é frio e duro quando lhe oferece uma pedra de gelo.
O reencontro é o doce aos olhos do amor, que das muitas vezes é amargo como o fel, é duro e frio como uma pedra de gelo.
O reencontro é ida com volta e sem volta, com ida sem idas e voltas; São vidas sem uma vida; São momentos, São sentimentos, é reencontro sem o amor, é amor com reencontro; é encontro sem o amor, é o amor sem o grande encontro com seu próprio amor.

(Ivan)


O SAPO E O ESCORPIÃO

Nós somos como um sapo que caminha pelas margens do rio e ali se encontra com o escorpião; Os dois começam a ter um diálogo e o Escorpião pergunta para o sapo:
- Sr: Sapo!
- O Senhor vai travessa o rio?
O Sapo olhou com desconfiança para o Escorpião e lhe respondeu:
- Sim Amigo!
- Eu irei travessa o rio, Porque?
-Ah! Amigo é porque eu não sei nadar e se você poderia me ajudar atravessa?
- Perguntou o sapo: Como?
- Você poderia me levar nas costas até a outra margem do rio? Perguntou o Escorpião.
- Olha! Eu até te levo nas costas, mais posso confiar em ti? Posso ficar tranqüilo que você não vai me picar? Perguntou o Sapo.
- Caro amigo jamais farei isto contigo, pode confia, na verdade somos grandes amigos a partir de diante! Respondeu o Escorpião.
- Tudo bem! Pode subir nas minhas costas! Disse o Sapo para o Escorpião.
O escorpião se apoiou nas costas do bom amigo sapo e já próximo da outra margem o sapo gritou:
- Ai! Doeu!
- Puxa vida Escorpião, você me prometeu que não picaria, confiei tanto nas suas palavras, nos seus argumentos, nas suas promessas!
O Escorpião completou e disse:
- Amigo isto é a minha natureza; Há uma necessidade dentro de mim, há este conceito de um desejo que importuna muitos que se aproximam.
E ali o amigo Sapo veio a morrer deixando no meio do mar o Escorpião que em seguida veio morrer.
E muitas vezes somos o Sapo, confiamos nas pessoas, depositamos nossa crença que seremos muito grato por isto, e quando menos esperamos o escorpião traidor, o escorpião do disse me disse, das injurias, das falhas e dos erros nos picam com seus sentimentos de interesses. E por acreditar em uma só palavras pagamos no vocabulário da vida o quanto se erra em acreditar na carne de nossa carne, no sangue como nosso sangue, no homem não se pode acreditar.

(Ivan)

Um comentário: