Momentos de Mensagens e Poesias

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O TOCADOR DE TRIÂNGULO

Nos sentimentos da vida
Nas canções que canto agora
Nas palavras se formam um ritmo
No ritmo que canto agora.

Nestes bailes da vida
Um canto sem o cantar
Uma dança sem o ritmo
O tocador de triângulo foi embora
Para mais tarde nos avisar.

O que será do triângulo sem a baqueta
É como uma porta sem a maçaneta
É como uma estrada sem direção
Assim é o show nos bailes da vida
Sem o tocador, sem sua alegria,
Sem seu sorriso, sem sua fantasia,
Fantasia de menino levado,
Levado pelo autor da vida.

Assim como o triângulo é formado
Por duas pontas se formam em um,
Deixa-se um espaço aberto para ecoar o som do triângulo.
Assim é a vida do tocador desta vida,
No nascimento vem para a vida,
do espaço aberto que nos deixa,
Saudade, alegria, e momentos.
Volta para onde veio do nascimento,
para outra vida, para outro universo
e sem retrocesso para sempre o seu
sucesso como homem nos deixou.

O tocador de triângulo...

( Homenagem ao meu irmão Sebastião Rogério Siqueira – In memória )

Nenhum comentário:

Postar um comentário