Momentos de Mensagens e Poesias

sexta-feira, 30 de abril de 2010

NA EMBARCAÇÃO DO DESTINO DEIXEI ME ELEVAR

Ninguém se esquece da cidade que nasceu
Ninguém amadurece sem ao menos deixar de ser
Elevado pela embarcação do destino
Nesta embarcação que nos ilude com o tempo
Tempo que não nos deixa voltar.

E nesta embarcação que saímos à deriva
Deparamos com as ondas da fascinação
Com as ilhas do entusiasmo nos perdemos a noção do tempo
De um tempo que nos deixa saudoso
Pela simplicidade, dessa cidade, que a embarcação
Do destino fez me elevar, para um mundo diferente
Encontrar com outros filhos ausentes que a te também deixou.

E quando menos esperamos, caímos no naufrágio da realidade,
E sobre uma tempestade que nos arrasta para a areia coração
Vêm às feridas que dói, e nem cicatriza, por que são feridas das
Lembranças de um passado bom, que foi escrito na areia e veio a
Água e o apagou.

Na embarcação do destino deixei me elevar
E no mar de lembranças, o meu coração se alegrará
Sou um de tantos um, tantos outros como outros, se tornar, filhos ausentes de São Vicente, com o coração ardente, a alma pede esse presente,
um dia iremos voltar.

(Ivanderlan Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário