Momentos de Mensagens e Poesias

quinta-feira, 2 de junho de 2011

GAVETAS DO ARMÁRIO

Chegando em casa perguntei pro meu amor:
Amor o que tem naquela primeira gaveta?
Ela me disse:
Têm nosso primeiro beijo
Primeiro abraço
Primeiro amor.

Em seguida,
Perguntei,
E na segunda gaveta?
Com olhar deslumbrante
Respondeu-me:
Ali eu guardei
sonhos e realizações
pedidos de orações
pedidos de perdão.

E na terceira gaveta?

Tenho guardado
Muito labor
Adquirido sucesso
Felicidade
Amor meu
Amor teu.

Nas palavras mais belas
Mais uma vez perguntei:

E na quarta gaveta?

Guardei-me um pouco de me
Para que eu possa
Ter força pra lutar
Mais mesmo assim
guardei um pouco da cada coisa.

Mais uma vez perguntei:

E na quinta gaveta?

Guardei toda mágoa
Toda infelicidade
E atrocidade dos momentos importunos
Deixei toda inveja
A pobreza de espírito
A fraqueza da carne
Olhares tristes
Olhares da desigualdade.

Porque não quebrou e lançou fora!

Com o passar do tempo
A traçar do passado comerá
A gaveta das injurias
Das incertezas
E se aprenderá a valorizar
A vida, o amor, as pessoas,
Ao primeiro amor nas gavetas do armário.

(Ivanderlan Siqueira)

Um comentário:

  1. Entendo: Que seria muito fácil desfazer das coisas ruins, apenas jogando fora, porém percebo que elas por si só nos faz crescer e amadurecer, entender que é uma ordem natural da vida passar por dificuldades. É claro que é importante não deixar te abater. Nunca!

    ResponderExcluir