Momentos de Mensagens e Poesias

quarta-feira, 17 de abril de 2013

SOU SERTANEJO DE VALOR


Sou da terra do repentista
do ventre imortal da poesia
por lá contam se a magia
de outros filhos da poesia
Zé catota
Antonio Marinho
Louro do Pajeú
Cancão,
grandes poetas do sertão.

Sou terra seca
Cabeça chata
Meu café era uma garapa
O povo é uma beleza
Acredita na esperança
E na confiança
De um amanhã chuvoso no sertão.

Sou terra do cariri
Do ralo
Ralando o milho
Mungunzá, farinha de milho
E a alegria de um pai está
No sorriso do seu filho.

Sou da terra da cantoria
Sem soberba
Com valentia
De vencer todo dia
O labor da vida.

Sou da terra de caboclo sonhador
Que peregrina em outras cidades
 Em busca de uma felicidade
No amor
Na amizade
 Na serventia do dia a dia.
  
Sou do sertão do pajeú
filho de lavadeira
Filho de agricultor
Neto de poeta
Aprendiz do amor.

Sou sertanejo de valor.


(Ivanderlan Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário