Momentos de Mensagens e Poesias

terça-feira, 2 de julho de 2013

UM, DOIS CHEIRO

Um cheiro
dois cheiro
três cheiro se precisar
não conto pra menos
só acrescento
só pra ganhar
quantos cheiros dado e recebido
eu sei não foi percebido
mais menos não sei contar
número são infinitos
e no principio
o verbo foi amar.

Um cheiro
Dois Cheiro
três cheiro
talvez vá precisar
do quarto cheiro
que eu vou te roubar.

(Ivanderlan Siqueira)


Se todas as flores do jardim
tiver o cheiro que você tem,
Coitado dos cravos
Será embriagados
Pelo seu cheiro sem fim.

(Ivanderlan Siqueira)

Nunca fui poeta
Muito menos escritor
No dia que eu escrever
A primeira poesia
Declararei ao amor
Conheci o dom de poetizar
Deixe me tocar em seu ser.

(Ivanderlan Siqueira)

O Susto é causado pelo medo de perder,
A flor que caiu na estrada,
Quando se olha para trás
Não o ver,
O que será
O fruto do susto
É causado pelo medo de perder,
Nem que seja por alguns instantes
Mas a flor
Você sabe que está ali.

(Ivanderlan Siqueira)

Caminhar em estradas confusas
Não se tem uma direção certa
Caminha sem horizonte,
A única fonte desse caminho
É amar e saber amar
Sonhar e realizar
Viver intensamente
Caminhar em direção do seu objetivo
Buscar a felicidade.

(Ivanderlan Siqueira)

Não quero mudar a história
Mas acrescentar alguns momentos
Que o destino esqueceu.

(Ivanderlan Siqueira)

Não procure em palavras humanas
o sustento pra tua alma,
Acredite em você
Procure saber
a onde está o seus erros
os anseios,
a necessidade de mudar
E tente a felicidade
que você vem almejando
por todos esses anos
a felicidade existir
é só cultivar e acreditar.

(Ivanderlan Siqueira)

Ninguém pode amar dois senhores,
Ama um, desagrada a outro
Ama o outro, desagrada um
Coração dividido
É coração inseguro
É uma planta sem raiz
Com o tempo cai,
por não resistir a força do vento.

(Ivanderlan Siqueira)

Não se distorce uma história
Pra mudar o sentido
Não tem poesia sem inspiração
Nem amor e paixão
Amor é eterno
Paixão é passageira
É momento
É como as quatros estações
Tem seu inicio e o fim
O amor é como os números
Infinitos como as águas dos mares.

(Ivanderlan Siqueira)

Você vive em outro mundo
Não conhece o meu
Meu mundo é diferente
Não é igual ao seu
Será impossível vivermos
Em mundos iguais
Não sei a onde tiramos essa ideia 
De mudar de mundo
O melhor é cada um viver no seu.

(Ivanderlan Siqueira)

Uma frase proibida na estação do trem
é uma lei decretada
nem eu posso, nem tu podes ultrapassar a faixa
deixa o trem passar
ou desrespeitar a frase proibida
é desrespeitar o destino do trem.

(Ivanderlan Siqueira)

eu vejo nesta vida
quanto mais eu tenho
serei requisitado
serei o bom homem
o melhor da cidade
quanto menos eu tenho
serei rejeitado
ou apedrejado
tuas obras será esquecidas
teu nome nem lembrado.

(Ivanderlan Siqueira)

é melhor se servir da simplicidade
têm muita substância
fortalece o espírito 
enriquece a alma
o orgulho quando servido
se alimenta dos restos que sobra na mesa,
é fraco,
envelhece a alma
empobrece o espírito.

(Ivanderlan Siqueira)

MEU VELHO PAI

Oh menino!
vem aqui!
pra onde tu vai com esse chocalho
vem pra cá meu filho
cuidado com esse gado
deixa de ser teimoso
em ti sou zeloso
tu sabes da tua grandiosidade.

Papai!
eu vou só pegar o alazão
trazer os bois pro curral
vou limpar os cocheiros
quando eu voltar
te dar aquele abraço
e te dou um cheiro
você sabe Né papai
o quanto eu sou teu prisioneiro
neste amor verdadeiro.

Cuidado meu filho
com as arvores da cegueira
os espinhos da falsidade
pegue seu gibão de couro
pra subir no alazão
pra que os galhos não te machuque
e serás protegidos das imburanas da vida.

Papai! Papai! voltei!
vem aqui meu velho
cadê você?
estou aqui no terreiro
perto da bica
mim banhando
e sonhando
no dia que eu te encontrar meu velho
te dar aquele cheiro
receber aquele abraço
que um dia deixei pra trás.

(homenagem ao Pai Inácio Siqueira)

(Ivanderlan Siqueira)

SER POETA É ASSSIM

Desdenhando meus versos
retorcendo minhas poesias
encontrei tantas palavras
fui além do imaginário
parecia um diário escrito.

Um amigo se achando aflito
veio mim perguntar
dos versos desdenhado
se era prazer
se era amor
se era desejo
ou um prazer.

Respondi,
ser poeta é assim
um dia é a dor, outro dia é a alegria
um dia sonha, outro dia realiza
um dia odeia, no outro se apaixona
um dia é o sol, outro dia é a lua
tem dia que é quente, no outro é frio .

Quer ser poeta?
tem que viver assim!

(Ivanderlan Siqueira)

UMA HISTÓRIA DIFERENTE

Eu queria escrever uma história impossível
Sem rascunhos sem rasura 
e nesta história a lua pudesse encontrar com o sol
é que uma gota d água fizesse a diferença no mar
fosse possível contar os grãos de areia.

E nesta história não houvesse a distância
e nem o tempo perdido em outros caminhos
nesta história não houvesse trilhas
nem becos e nem viela
somente um caminho
pudesse se caminhar com tranqüilidade
na certeza de uma manhã diferente.

Eu queria escrever esta história do inicio
com sentimento verdadeiro
o imprevisível não existiria
e a certeza de uma manhã diferente

(Ivanderlan Siqueira)

se pudesse te tocar,
te sentir seria minha cura,
queria está perto,
em meu ombro fazer você descansar.
teria a certeza um dia melhor,
poderia caminhar entre espinhos,
mesmo sofrido,
tinha válido a minha luta pra conquistar.
mesmo que dado vários não,
te sentir seria minha cura.

(Ivanderlan Siqueira)

O fraco se torna fraco
Pelo seu fracasso ao caminhar
Escolheu trilhas
Em curto caminho fez seu destino
Acreditou no caminho
Pra chegar em lugar nenhum.

(Ivanderlan Siqueira)

O orgulho encontra se com a timidez,
Mas com a simplicidade de um coração puro
É um fruto
Que semeia igualdade nos corações iludidos.

(Ivanderlan Siqueira)

MUITO, MUITO

do muito que vem do muito
se torna muito carinho a ofertar
quanto muito dado e recebido
mais abundante se tornará
a formar de amar.

do pouco sem pouco
é melhor sem nada
assim quem tem nada
não tem muito 
e quem tem muito
nada tem, 
mas
tem muito amor pra dar.

(Ivanderlan Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário