Momentos de Mensagens e Poesias

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

UM OLHAR POR TRÁS DO PAPELÃO

Um choro cansado,
Rosto molhado,
Face sem brilho,
Homem perdido,
Nas ruas do desamor,
Abandonados pelos seus,
Os seus desacreditaram em si.

Na rua a escassez,
Olhares de estupidez,
Mentes de julgamentos,
Faminto de pão,
Precisa de carinho,
Na noite sozinho,
Lutar pra viver.

Vestes gastas pelo uso,
Pés cansados e marcados
Por longas caminhadas,
Olhos perdidos no tempo,
Cabelos sujos das calçadas,
Pra uns não tem mais jeito,
Pra outros,
A história tem o bom desfecho.

É frio,
Chove lá fora,
Naquela calçada,
Por detrás do papelão,
Um olhar de desigualdade,
desumano,
direitos não reais.

Amanheceu,
Alguém chuta o papelão,
Não é lixo, é ser humano,
Olhos fixos sem perdão,
Sai daqui, aqui não pode ficar não.

Um olhar por trás do papelão.

(Ivanderlan Siqueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário