MÃE

Quando eu olho pra você, eu imagino uma fonte de água viva. Uma fonte que faz jorrar água de alegria, de amor, de prazer de esta com você, de felicidade. E esta fonte mata a minha cede de carinho e de respeito que o amor pode criar. Quando eu olho pra você, eu imagino uma estrada. Uma estrada que me faz caminhar na direção certa Uma estrada que não se encontra pedregulhos, e nem encruzilhada; é uma estrada plana e confiante que somente quem anda ou já andou pode descrever. Quando eu olho pra você Eu vejo uma ponte que do outro lado vejo o meu horizonte, e o mesmo horizonte que uni o céu e a terra, é o mesmo que nos uni e não nos separa, porque sobre esta esfera mãe e filho, há uma ligação. Quando eu olho pra você Eu vejo o imenso mar que guarda dentro de si muitos seres vivos e a cada um cede um lugar. Assim é você que não faz acepção de filhos e nem de carinho ao outro a mais você sabe dá. Mãe Quando eu olho pra você Eu me vejo em um lindo jardim, com o teu beijo de jasmim, que me encanta e faz de me, simplesmente um filho teu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ROUBA BANDEIRA