ME PERDOE

Sobre a vida de quem ama
sobre o amor de quem já tanto se deu
pelos outros que cresceram e não percebeu
o amor que em si o guardava.

Dos momentos já vividos
de alguns felizes e sofridos
de outros já não percebidos
quanto tempo já se passou.

Da juventude tão distante
da mulher que se formou
e com o grande sentimento amor
ofertou seu ventre para dá a vida,
a muitas outras vidas, outras histórias você iniciou.

Dos momentos já vividos
de alguns felizes e sofridos
de outros já não percebidos
quanto tempo já se passou.

Do seu ventre ofertado
tantas histórias bem conhecida
tantos amores crescidos
filhos. Netos, e bisnetos queridos.

Sem o seu amor de mãe
o autor não saberia escrever
Sobre o próprio amor que em seu coração caberia.

No silêncio se permaneceu
por algo que lhe coróia, a saudade ou a distância
mais tarde você diria, tão cedo se calaria
com duas palavras seu coração nos revelaria
o perdão que você necessitaria.

Neste perdão que veio o perdoar
você novamente deu de si, e sobre si estava um
silêncio, que em poucas palavras disse:
Me perdoe!
Este mundo já era!
Com Jesus vou ficar!

Dos momentos já vividos
dos felizes e doloridos
no último e bem escrito
sua história terminou.

(Ivan)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ROUBA BANDEIRA