AH! ACABOU O NATAL

Estava feliz, quando cheguei até a mesa e vi todos para iniciar a ceia, convidei até o meu Pai para cear conosco; E ELE veio, com sua veste majestosa e bem graciosa era o seu falar. Você não viu, mais quando a alegria chegou éramos nós, quando os amigos se abraçaram era nossa força, quando os familiares se uniram eram o nosso poder, quando alguém por um minuto parou e disse o meu nome, fiquei muito feliz, sentimos o verdadeiro sentido do natal, sentimos o verdadeiro sentido do nascimento, do meu nascimento. A emoção me veio quando todos sentaram, e ali se alimentaram das mesmas frutas e bebidas daquele dia em que fui traído; Mais não era o momento de se lembrar de momentos difíceis, e sim, de celebrar o meu nascimento, era o meu momento, era a minha celebração, era a minha festa com os meus convidados de honra, com os meus verdadeiros irmãos. Mais já se findou o dia, já é o novo dia, e aos poucos seus pensamentos irão se elevar por planejamentos futuros, irão se ocupar com as preocupações diárias, sua vida voltará a ser uma rotina, e aos mínimos dos mínimos vou perdendo a minha celebração dentro você. Ah! Acabou o natal! – acabou o nosso momento, acabou o dia em que me sinto mais visto por você, porque eu sei que as fascinações desse mundo os encantam, mais eu tenho várias moradas, e elas foram reservadas exclusive para cada um que me vê e têm os meus mandamentos, mandamentos trocados por momentos insignificantes, impiedoso e agradável aos seus olhos. Ah! Acabou o natal! – não esquecerei no próximo ano, vou aproximar de você, e vou dizer tudo o que sinto depois que você vai embora, depois que o natal se finda, pois minha vinda não foi em vão. “Vi “com o propósito salvar a humanidade, sem religiosidade, mais com a verdade:” Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho por nós”. Ah! Acabou o natal!
( Homenagem ao Senhor Jesus Cristo )
(Ivanderlan Siqueira)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ROUBA BANDEIRA