UM AMOR OCULTO

se nós não ficarmos juntos,
 e um dia você ler um verso meu,
 saiba que estes versos eram seus,
 escrito com muito amor, e carinho.
 quem dera
 se eu pudesse estaria com você
 aqui do meu lado abraçado com você
 e se ouvir meu nome,
 saiba que este nome sonha em está junto do seu
 escreve o verso do nosso amor
 só posso dizer em oculto,
 não posso gritar ao mundo,
 quem é você,
 o seu significado
 um amor oculto
 pode se revelar. 

(Ivanderlan Siqueira) 

quando o amor vira um sonho,
há sempre um desejo de querer realizar
o acaso surgi
e uma realidade bruta e cruel
leva nos a nenhum lugar.

(Ivanderlan Siqueira)

Andando pela rua
 Era o fim do labor
 Noite fria e tristonha
 Aproximei do carro
 Com os vidros embasados
 Pelo sereno da madrugada
 Com o dedo sobre o mesmo
 Escrevi o nome dela
 Abrir a porta
 Liguei o carro
 Acelerei ,
 Pé na estrada
 Olhei no retrovisor
 O carro esquentou
 Sem perceber apaguei o nome dela. 

(Ivanderlan Siqueira) 

Nunca tenha medo de amar,
O amor não te trará incerteza,
É uma proeza poder amar.
Nunca desacredite no amor,
As histórias mais lindas e impossíveis
O amor resgatou.
Nunca tenha medo de amar,
Pois,
Sem amor nada sereis...

(Ivanderlan Siqueira)
 

O amor não é corrupto
Nem estupido pra aceitar
A desonra de um caminho
Por onde muitos sabem caminhar.

(Ivanderlan Siqueira)
 

Se fosse pra contar as horas pra te ver,
Começaria no zero, e terminaria no hum.

(Ivanderlan Siqueira)
 

revirei todas as minhas gavetas da inspiração,
despercebido não tinha visto o pequeno verso,
escrito em um momento não previsto
vivido
entre eu e a minha grande paixão,
minha filha.
“quando você chora, minha alma implora,
quando você sorrir, minha alma ressuscita,
quando ao choro, meu corpo fica morto,
quando sorrir, meu coração volta pra dentro.”

(Ivanderlan Siqueira)
 

Em seu colo queria descansar,
Suas mãos entrelaçadas nas minhas
Ouvindo o teu sussurro em meu ouvido
Pedindo pra ficar
Teus lábios envolvidos com o meu
Te sentir
Construir uma história de amor.

(Ivanderlan Siqueira)


DO NORDESTE AO SUL 

peguei carona com o destino
 sai da minha cidade ainda menino
 minha são Vicente
 aqui pro filhos ausentes resta saudade,
 passei por itapetim
 cidade feita pra mim
 representando o meu lugar
 nos registros federais
 parti pro meu destino,
 chegando em São José do Egito
 percebi que éramos do mesmo grito
 não o grito da independência
mas, o grito da mesma filosofia
 tínhamos a mesma escrita
 ali me despedia
 do berço imortal da poesia. 

Passei da Bahia,
 Cruzei rios
 cruzei mares
 subi montanhas
 andei em campinas
 enfrentei o frio
 cheguei cansado
 com saudade de uma partida
 chorei
 sorri
 cantei
 lamentei
 quando menos esperei
 avistei a cidade que não dorme
 São Paulo
 cheguei no sul do Brasil.

(Ivanderlan Siqueira)


EI! VOCÊ! 

Ei
 você mesmo
 que ler este verso
 não se entregue na solidão
 não perca tempo com a frustração
 encare a realidade
 no caminho sem piedade. 

Ei
 você
 que chora calado
 se sente amargurado
 por uma razão
 do teu lado tem alguém
 no céu o além
 com olhos por todas as partes
 te protegendo
 te fazendo um vencedor. 

Ei! você
Olhe pro céu
lá está o Rei de Israel. 

(Ivanderlan Siqueira)


por alguns instantes
mudei de caminho
pisei em um espinho
fiquei sem voz
perdi os sentidos
coração desacelerado
voltei ao acaso
perdi a inspiração
coração sentido
amor proibido
foi embora a razão.

 (Ivanderlan Siqueira)

 A arte de escrever nasce na veia de um poeta,
 na mente caminha suas historias,
 em seus ouvidos atentos pela inspiração. 

(ivanderlan Siqueira) 

Hoje vi em seus olhos
 Um olhar de felicidade
 Pensei que fosse
 A minha presença
 Pensei que fosse a minha voz
 Deixei um recado
 Nunca te esquecerei.
 Vi em seu sorriso
 Um encanto,
 Acredito que foi o beijo
 Que te dei em pensamento. 

(Ivanderlan Siqueira)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ROUBA BANDEIRA