domingo, 3 de setembro de 2017

A COVARDIA DE UM MENINO


Nos olhos do amor
na escuridão da covardia
um beijo
uma canção
um medo sem explicação
aquele menino
sereno e venero
por amor daquela menina
que respondia esse amor.
Era amor
Podia ser paixão
E naqueles corações
Laminados pela separação
Sem entender o porque
A aquela menina
Seguia sua estrada
A onde pudesse encontrar
A felicidade.
O menino covarde
E sem razão
Deu ouvido ao medo
Perdeu o amor no peito
Covarde o menino
Por medo perdeu a menina
A menina dos seus olhos
A menina do seu coração.
O menino cresceu
A menina viveu
Outra história diferente
Construiu sonhos
Realizou projetos
E o menino nem por perto
Pra conhecer o que é amor.
(Ivanderlan Siqueira)

sábado, 29 de julho de 2017

Série - Dia dos Pais -pareço com você

Série - Dia dos Pais -pareço com você

Aquele teu jeito,
Sem muito jeito,
Meio quieto,
Em meio de tantos,
Um olhar distante,
E no coração saudoso,
Eu percebi,
Pareço com você.

Um abraço no filho,
Um aperto de mão,
Um pedido de proteção,
Em uma labuta diária,
Com um oficio no coração,
Levar alegria,
Através do amor,
E da comunhão.

Tua voz predominante,
Em meus ouvidos desatentos,
Hoje atento,
Reinvento,
E tento,
Predominar a minha voz,
Aos meus nesse momento,
Cheguei a uma conclusão,
Pareço com você.


(Ivanderlan Siqueira)